Um lugar para compartilharmos as coisas da família, cura interior e do cotidiano, sempre à Luz da Palavra de Deus.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

OS 5 D's MORTAIS


SALMO 42
Como o cervo brama pelas correntes das águas, assim suspira a minha alma por ti, ó Deus!2 A minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo; quando entrarei e me apresentarei ante a face de Deus? As minhas lágrimas servem-me de mantimento de dia e de noite, porquanto me dizem constantemente: Onde está o teu Deus? Quando me lembro disto, dentro de mim derramo a minha alma; pois eu havia ido com a multidão; fui com eles à Casa de Deus, com voz de alegria e louvor, com a multidão que festejava. Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei na salvação da sua presença. Ó meu Deus, dentro de mim a minha alma está abatida; portanto, lembro-me de ti desde a terra do Jordão, e desde o Hermon, e desde o pequeno monte. Um abismo chama outro abismo, ao ruído das tuas catadupas; todas as tuas ondas e vagas têm passado sobre mim. Contudo, o SENHOR mandará de dia a sua misericórdia, e de noite a sua canção estará comigo: a oração ao Deus da minha vida. Direi a Deus, a minha Rocha: Por que te esqueceste de mim? Por que ando angustiado por causa da opressão do inimigo? Como com ferida mortal em meus ossos, me afrontam os meus adversários, quando todo o dia me dizem: Onde está o teu Deus? Por que estás abatida, ó minha alma, e por que te perturbas dentro de mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei. Ele é a salvação da minha face e o meu Deus.
Quando li esta mensagem há alguns anos, impactou-me de tal maneira que anotei e desde então, sempre que o Senhor permite, transmito a alguém.

Compartilho agora com você, orando para que o Espírito Santo possa usá-la como instrumento, pelo qual Deus o fortaleça no andar em fé, como diz o autor que foi divinamente inspirado pelo Senhor.

Um dos mais importantes princípios da guerra é a concentração, o reunir de forças em momento e lugar críticos, para uma ação decisiva.

O objetivo é avançar através das frentes inimigas num único ponto, e depois penetrar sua linha de defesa e apossar-se de um de seus baluartes. Assim é mais fácil continuar avançando.

A dúvida não pode permanecer do lado da fé, por isso tem que ser destruída. Desde que a fé vem pelo ouvir a Palavra, satanás tenta nos convencer através de suas estratégias a abandonar tudo e não acreditar em mais nada.

DESAPONTAMENTO é um dos primeiros ardis que o inimigo lança contra nós, e o alvo é a nossa mente. É aparentemente inofensivo, porém atrás vem seu irmão gêmeo.

DESÃNIMO e desapontamento são irmãos gêmeos.
Abra a porta ao desapontamento, e o desânimo o seguirá.
Satanás quer enfraquecê-lo, desanimá-lo, fazê-lo perder a coragem.

Quando o desânimo entra, o caminho parece sempre descer.

O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades, fortes e mui grandes; e também ali vimos os filhos de Anaque. Números 13: 28

Então, levantou-se toda a congregação, e alçaram a sua voz; e o povo chorou naquela mesma noite. Números 14: 1

O seu Deus torna-se repentinamente pequeno demais para tratar com gigantes humanos.

O desânimo é a depressão espiritual, surge quando a pessoa se sente cansada, emocionalmente fatigada, e o nível da capacidade de enfrentar situações difíceis baixa perigosamente.

A cura para o desânimo é o encorajamento.

Todavia, eu me alegrarei no SENHOR, exultarei no Deus da minha salvação. JEOVÁ, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas. Habacuque 3:18-19

O desânimo quando não controlado dá lugar ao DESESPERO. A pessoa nessa condição perdeu ou abandonou a esperança.

É mortal.

Existe cura? Sim! Quando o salmista perguntou: Por que estás abatida, ó minha alma? (Sl 42.5) recebeu a cura.

O Desespero toca primeiro a mente. Pensamos estar sozinhos e abandonados por Deus. Não conseguimos raciocinar. As emoções ficam perturbadas. Quando chega o desespero, aí vem a tentação, o desejo de abandonar a resistência e deixar-se levar como um inseto capturado pela água, através de esgoto da desmoralização.

DESMORALIZAÇÃO é a condição que nos torna pouco confiáveis na disciplina do corpo e da alma. É ser lançado na desordem, girar em círculos, ser apanhados nos ciclos que nos tiram o equilíbrio, a ponto de não podermos andar como Deus quer que andemos. Não se pensa com clareza. Não se tem uma mente controlada pelo Espírito, é recusar atender ao Espírito quando Ele nos chama. É negar o Deus de toda esperança, por não podermos raciocinar. As emoções estão entorpecidas, e a vontade hipnotizadas pela apatia.

Por que estás abatida, ó minha alma? (Sl 42.5).

Porque não queremos esperar em Deus, nem louvá-lo pela fé.

DESESPERANÇA é o desespero energizado, que causa um frenesi de atividades quase sempre irresponsáveis, que não medem conseqüências. Agita a alma. A pessoa não consegue ficar parada. Algo precisa ser feito, mas ela não sabe o quê.

E o que fazer?
Clamar a Deus, contar-lhe tudo e confiar no seu livramento.

Fique na paz do amado e até breve.

Um comentário:

vagnacristo disse...

A paz , nao consigo ficar longe ois estas palavras tem me edificado perdão por deixar registrado as varias vezes que permitimos estes primeiros ¨d¨ fazer parte das lutas .como é dificil mas pela misericordia do Senhor jesus nos levantamos e continuamos a guerrear GRAÇAS A DEUS bjus.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails