Um lugar para compartilharmos as coisas da família, cura interior e do cotidiano, sempre à Luz da Palavra de Deus.

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

ORACÃO, COMUNHÃO COM DEUS E FORTALEZA


A oração nos liga a Deus e fortalece.
Ef. 3: 14 a 21

A oração de Paulo pelos efésios

Por causa disso, me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, do qual toda a família nos céus e na terra toma o nome, para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior; para que Cristo habite, pela fé, no vosso coração; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade e conhecer o amor de Cristo, que excede todo entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.
Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, a esse glória una igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém!

Tenho boas lembranças da minha infância.
Entre as tais, estão as brincadeiras com meus irmãos, como:
Subir em árvores de jambolão, goiabeiras, tomar banho de rio, pescar com meu pai, etc.

Lembro-me também que, por sermos muito pobres, as meninas em número de sete, não tinham bonecas, nesse caso a imaginação corria à solta. Pegávamos cobertores e as enrolávamos como se fossem bebê. Assim brincávamos de casinha, e com elas íamos para viagens e também para os cultos que fazíamos. As cadeiras enfileiradas, ora como as de ônibus, ora viravam as cadeiras da “nossa igreja”.

Como o nosso único irmão sofria! Ele é o de número dois. Tinha que dividir a bola que era só dele conosco, assim como as pipas. Quando nosso pai comprou uma bicicleta usada para ele, aí é que pegou, pois ele teve que ensinar cinco das sete mulheres a andar. Quem manda ser o único filho homem?

Porém, o que marcou mesmo foi a devoção que nossos pais tinham em nos ensinar os caminhos do Senhor. Principalmente nosso pai, que após chegar do serviço no DER – Departamento de Estradas de Rodagem e ajudar nossa mãe com os afazeres e ainda cuidar de nós, nos ensinava os hinos da Harpa Cristã, lia uma porção da Palavra de Deus e ensinava-nos a orar. Nunca fomos dormir, acordar ou sair de casa sem pedir a benção ao Senhor.

O que não sabíamos no início, é que Deus-Pai já estava nos chamando para o santo ministério da oração e intercessão. E como foi e tem sido árduo, porém compensador.

Minha mãe tinha problemas sérios do coração, e certo dia, literalmente morreu. Totalmente fria e com os lábios roxos, enfim, não gosto nem de lembrar. Mas lá estava meu pai, o nosso professor. Rodeamos a cama e, de joelhos começamos a clamar a Deus. Após mais ou menos uns quarenta e cinco minutos, minha mãe retornou a vida para a gloria do Senhor.
Várias foram e tem sido as experiências com oração.

É um verdadeiro exercício. É preciso estar muito disposto e dizer não para o “eu” quando a carne não quer, mas sempre vale a pena.

O Senhor é quem cuida de nós.

Assim como temos necessidades básicas diárias e as fazemos, a oração é tanto quanto, e ainda de maior importância na vida do crente em Jesus Cristo.

Por isso somos advertidos a orar sem cessar. Se não pudermos de joelhos, em pé. Se não em pé, deitado, se não der para falar, em pensamento. Dá para orar em todo e qualquer lugar, sozinho ou acompanhando.

Basta ter propósito, e querer que Jesus através do amigo Espírito Santo, seja o numero 1 em nossa vida.

Fique na paz do amado e até breve.
Sarah Virgínia

2 comentários:

Flávia, Pr. Zalmir e famíla disse...

Querida irmã Sara, a paz do Senhor!

Como é bom saber que experiências pessoais que envolveram toda a sua família foram e continuam sendo sementes da parte de Deus. Porque sementes? porque podemos ver que aquilo que o Própio Deus, e também seus pais plantaram, está florecendo.
Um título desse, acompanhado de um comentário tão pessoal serve de de estímulo para nós leitores,
que nos dias de hoje temos visto tantas inovações e até mesmo algumas eresias, e nos esquecemos que Deus não precisa de muita coisa para realizar milagres Ele continua o mesmo. Parabéns pela família abençoada, fruto das orações de um pai e uma mãe que acreditaram que oração e comunhão com Deus resultou em força e com certeza VITÓRIA. Beijos no coração.
Flávia,Zalmir e família.

mirian disse...

A paz do Senhor,estava fazendo uma pesquisa e tive o prazer de ler seu artigo,gosto muito de interceder e me identifiquei com seu blog com certeza me edificou, glória a Deus pela sua vida e experiências.Abraços e continue essa linda obra.Irmã Mirian

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails